NOTÍCIAS

Sancionada Lei que requalifica o Proupe

19/10/2017 12:10

Foi consolidada nesta quarta-feira (18) as investidas em torno da requalificação do Programa Universidade para Todos de Pernambuco (Proupe). O governador do Estado, Paulo Câmara, sancionou a lei que garante alterações nas regras do programa e amplia a oferta de vagas para os cursos de Ciências, Tecnologia, Engenharias, Matemática e Computação. As mudanças ainda preveem o aumento do número de vagas, destinadas para estes cursos, para 70% a partir de 2020. A expectativa é que no mês de novembro um novo edital oferte mais 1.200 vagas, além das 4200 já existentes.

No Palácio do Campo das Princesas, local que aconteceu a assinatura, estiveram presentes o presidente da Associação das Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco, Antonio Habib; a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo; o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio; o secretário da Casa Civil, Nilton Mota; o presidente do Conselho Estadual de Educação de Pernambuco, Ricardo Chaves Lima; o presidente da Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE), Abraham Sicsu; o reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), professor Pedro Falcão; e os deputados estaduais Lucas Ramos, Roberta Arraes e Claudiano Martins Filho, além dos presidentes das 13 Autarquias Municipais de Ensino Superior do Estado, professores e representações estudantis.

Entusiasmado com a possibilidade de ingresso de novos estudantes no Ensino Superior de Pernambuco, o presidente da Assiespe, Antonio Habib, destacou em seu discurso todo o processo de desafios e construções para chegar até o momento de sanção da lei. Habib enalteceu a relevância do Proupe para os estudantes e também para as Autarquias Municipais: “Finalizamos uma etapa de muito trabalho em busca da promulgação da Lei do Proupe, que foi sancionada pelo governador. Agora, dos vinte mil estudantes, das Autarquias Municipais de Ensino Superior do Estado, mais de seis mil serão beneficiados com bolsas de estudos podendo, assim, realizar o sonho de ingressarem em uma Faculdade com perspectivas reais de um futuro promissor. Obrigado a todos os atores que direta ou indiretamente contribuíram para que chegássemos até aqui”, declarou Habib.

O governador Paulo Câmara destacou que estão sendo investidos R$ 9,7 milhões no programa só em 2017. Câmara anunciou também que um novo edital será lançado pelo governo. “Infelizmente, em 2016 e 2017, nós não conseguimos abrir vagas novas diante desse cenário econômico difícil, mas agora vamos abrir um novo edital. Estamos reformulando o programa, e eu acredito que isso fortalece muito as autarquias. Nós já estamos com 40% do quadro dessas autarquias com mestres e doutores. E isso mostra também o avanço que o programa tem possibilitado. Ao mesmo tempo, estamos conectados com os anseios do Estado”, salientou.