NOTÍCIAS

Membros de Autarquias de Ensino Superior de PE pleiteiam apoio do BNDES para projetos das Instituições

03/01/2018 06:01

O presidente da Associação das Autarquias Municipais de Ensino Superior de Pernambuco - Assiespe e da Facape, Antonio Habib, participou de uma reunião com membros do BNDES: Ricardo Rodrigues, representando a presidência do Banco, José Lamartine e Rodrigo Almeida, representando a gerência nordestina. Habib estava acompanhado da Diretora Administrativa e Financeira da Facape, Chirley Cordeiro; do Prof. Anderson Mendonça, que no encontro representou a presidente da Cevasf, Ana Gleide e José Farias, representante da Sudene.  A pauta do encontro versou acerca da possibilidade de financiamento de projetos e empreendimentos das Autarquias. Na oportunidade, foram tratados temas como a geração ecológica de energia e projetos acadêmicos na área de tecnologia e inovação. 

O presidente Habib postulou a criação de centro de captação de luz solar para geração de energia elétrica, dimensionado a partir das necessidades das 13 Autarquias Municipais de Ensino Superior de Pernambuco. Em resposta, os representantes da entidade bancária explicaram as políticas de financiamento de projetos de produção de energias eólica e solar, acrescentando importantes informações sobre os fundos de financiamento disponíveis para instituições de ensino, ressaltando que as IES têm acesso a estes fundos - a exemplo do Finame, Funtec e Ise - através do cumprimento de requisitos burocráticos mínimos, elaboração de projeto e ainda por meio de associação com outras entidades, como o Senai. 

A Diretora da Facape, Chirley Cordeiro, relatou a qualificação do corpo docente da Facape e das demais Faculdades, o envolvimento dos discentes com os projetos de pesquisa e extensão, além do grande número e a diversidade de talentos que compõem a comunidade acadêmica das instituições, tudo como potencial disponível para desenvolvimento de ações voltadas ao incremento do aprendizado acadêmico e para a melhoria da qualidade de vida das comunidades nas regiões em que as Autarquias estão localizadas. 

Para ilustrar, a diretora citou a criação da Empresa Junior, Inovatech, no âmbito do curso de Ciência da Computação da Facape, sua finalidade e a necessidade de melhorar sua estrutura física e ampliar para outros cursos, com o objetivo de levar à sociedade os resultados de trabalhos desenvolvidos pelos estudantes, sob supervisão dos professores, como já acontece com outros projetos de extensão que vem alcançando grande repercussão social: o Lixo Eletrônico, o Fati, e o Inclusão Digital. 

O BNDES demonstrou interesse em firmar parceria com as Autarquias, que deve ser iniciada em 2018.